14/03/2007

"ATO DE VIOLÊNCIA" - SÁBADO, 17/03

Na Mostra "Cinco Visões de Nosso Cinema", neste sábado, dia 17 às 13:00 hs, uma raríssima exibição em película (16mm) de um clássico pouco conhecido, "Ato de Violência", de Eduardo Escorel. Nunca lançado em VHS ou DVD, exibido já faz alguns anos pela televisão, o filme terá sabor de novidade para muita gente. Para falar sobre ele, convidamos um especialista em violência no cinema, Marcelo Carrard. Após a palestra, como sempre, haverá um saudável bate-papo com o público. Evento gratuito!

Ficha técnica:
Ato de violência (idem, BRA, 1980)
Direção: Eduardo Escorel
Roteiro: Eduardo Escorel e Roberto Machado
Elenco: Nuno Leal Maia, Selma Egrei, Renato Consorte, Ruthinéa de Moraes, Miriam Mehler
Duração: 112 min; Colorido; Censura 12; Policial.

Sinopse:
Após ter assassinado uma mulher, Antônio Nunes é sentenciado à trinta anos de prisão, e por ter cortado a vítima em pedaços ficou conhecido como “picadinho”. Na cadeia ele recebe freqüentes visitas da atormentada Tânia, que acaba contratando um advogado para Antônio. E graças ao advogado ele sai da cadeia em condicional, e volta a matar. O filme foi inspirado no caso real de “Chico picadinho”.

Comentário:
"Retomada do motivo dos vários "crimes da mala" ocorridos desde o início do século nesta cidade, inclusive o recente caso de Chico Picadinho, aliás já levado ano e meio atrás ao cinema paulista por Tony Vieira ("O Matador Sexual"). A verificar agora o enfoque e meta de Escorel. Esperemos sejam mais de acordo com o melhor empenho do longa "Lição de Amor" e do episódio "O Arremate", em "Contos Eróticos". O trailler evidencia um melhor tratamento de Selma Egrei (sempre linda), mostra um Nuno Leal Maia menos Rondo Hatton que de hábito, e um Eduardo Abbas espontâneo como de costume." (Rubem Biáfora)

Obs.: Esse foi o único comentário sobre o filme que consegui localizar.

Palestrante:
Marcelo Carrard é jornalista e crítico de cinema. Autor da tese de mestrado, depois publicada em livro: O Cozinheiro, O Ladrão, Sua mulher e o Amante - Peter Greenaway e Os Caminhos da Fábula Neobarroca. Colaborou no livro O Cinema da Retomada - Depoimentos de 90 Cineastas dos Anos 90, organizado pela pesquisadora Lúcia Nagib. Nesse livro, foi o responsável pelas entrevistas com os diretores José Joffily, Silvio Back e Neville de Almeida. Atualmente é doutorando em cinema pela Unicamp. Grande conhecedor de cinema oriental, europeu e mesmo brasileiro, ministra cursos e workshops. Mantém o blog Mondo Paura, premiado no troféu Quepe do Comodoro. Carrard é também crítico do site Boca do Inferno, o maior em português dedicado ao Cinema Fantástico. Colaborador da revista Zingu!


17/03, 13:00 hs.
Local: Biblioteca Municipal Prefeito Prestes Maia

Av. João Dias, 822 - Santo Amaro
Tel.: 5687-0513
Lotação: 150 lugares
Evento gratuito

6 comentários:

Marcelo Carrard disse...

Vai ser uma responsa muito grande Sérgio, ainda mais após o evento do Palácio dos Anjos com uma trinca poderosa: Edú Aguilar, Andréa Ormond e Mauro Alice, mas humildemente vou procurar dar conta do recado. O mais difícil vai ser ir sozinho até a Biblioteca, justo eu que não tenho muito senso de direção, mas não se preocupe, estarei lá bem cedo. Muito Obrigado pela oportunidade Sérgio, até sábado.

sergio disse...

Marcelo, claro que você vai conseguir dar conta do recado, tenho certeza disso.
Qualquer coisa me liga e eu te explico direitinho como chegar na Biblioteca.
Eu que agradeço pela participação, Marcelo! Até sábado.

Andréa Ormond disse...

Sergio, não esquece de postar as fotos :) Um sábado perfeito, com tudo de bom e altos insights carrardianos! Beijos

sergio disse...

A câmera já está separada, Andréa :)
Obrigado, querida! Beijos

Sérgio Alpendre disse...

perdi. só estou conseguindo dormir por volta das seis da manhã. isso tem feito eu perder cabines e eventos legais como esse. É, eu só consegui acordar, mesmo com despertador tendo tocado bem antes, às 11:45. Hora que eu deveria ter saído de casa se quisesse chegar a tempo. fica pra próxima

sergio disse...

Fala, Xará! As noitadas parecem estar sendo boas hein? hehehe!
Falando sério, foi pena vc ter perdido, a sessão foi excelente. Mas ainda temos dois sábados pela frente: dia 24 passa "A Baronesa Transviada", de novo com a presença do mestre da montagem Mauro Alice dessa vez como convidado; dia 31 tem outra raridade, "O Anjo Loiro" e a presença do ótimo diretor Alfredo Sternheim. Imperdíveis!

Pesquisa do Blog