28/11/2009

ESTREIAS DA SEMANA - 27/11 A 03/12

Como na semana passada, o cinema brasileiro domina as estreias. Mas esse domínio não significa ocupação, pois tratam-se de lançamentos pequenos, a maior parte em apenas um cinema e horários alternativos. A maioria das salas está ocupada, isso sim, pelos blockbusters americanos "2012" e "Lua Nova", e ai caímos naquela velha discussão do cinema brasileiro ser estrangeiro no próprio país. É um assunto espinhoso e que parece não ter fim, vamos então às estreias:


Cidadão Boilesen. Brasil/2009. Documentário. Dir.: Chaim Litewski. Vencedor do festival "É Tudo Verdade", este parece ser o melhor filme da semana, mas está sendo lançado em apenas uma sala de um dos cinemas mais caros da cidade.

Do Começo ao Fim. Brasil/2009. Dir.: Aluisio Abranches. Com: Fábio Assunção, Júlia Lemmertz, Jean Pierre Noher, João Gabriel Vasconcellos, Rafael Cardoso. Trata de um tema pouco abordado não apenas por nosso cinema, mas creio por qualquer um: relação homossexual entre dois irmãos (de pais diferentes). O diretor Abranches é o mesmo dos interessantes "Um Copo de Cólera" e "As Três Marias". Vamos ver como se saiu com esta polêmica.

Eliezer Batista - O Engenheiro do Brasil. Brasil/2009. Documentário. Dir.: Victor Lopes. Sobre o presidente da Vale do Rio Doce e ex-ministro de Estado. Doc chapa branca?

Entre a Luz e a Sombra. Brasil/2009. Documentário. Dir.: Luciana Burlamaqui. Mais um doc sobre nosso sistema carcerário. A duração está certa? Tem mesmo duas horas e meia?

Julie & Julia (Idem). EUA/2009. Dir.: Nora Ephron. Com: Meryl Streep, Amy Adams, Stanley Tucci, Chris Messina. Cinema e gastronomia geralmente produz bons resultados. Não é bem o caso aqui. A trama gira em torno de duas mulheres separadas no tempo e espaço: Julia Child, que foi quem apresentou a cozinha francesa às donas de casa americanas no livro "Mastering the Art of French Cooking", na França dos anos 50; e Julie Powell, vivendo em 2002 no bairro do Queens/New York, que decide testar todas as receitas do livro no prazo de um ano e relatar isso num blog. Até começa bem, com a graciosa Amy Adams, mas aos poucos a caracterização excêntrica da quase sempre maravilhosa Meryl começa a irritar, o filme vai perdendo o pique e chega ao final tão exausto quanto sua protagonista (a Julie).

Planeta 51 (Planet 51). EUA-Espanha-Reino Unido/2009. Animação. Dir.: Jorge Blanco e Javier Abad. O trailer promete uma boa diversão. No original as vozes são de Dwayne Johnson, Jessica Biel, Gary Oldman, John Cleese, Seann William Scott, entre outros. Mas você não ouvirá nada disso, pelo menos não nos cinemas: todas as cópias são dubladas.

Tokyo (Idem). França-Japão-Alemanha/2008. Dir.: Michel Gondry (episódio "Interior Design"), Leos Carax (episódio "Merde") e Bong Joon-Ho (episódio "Shaking Tokyo"). Com: Ayako Fujitami, Ayumi Ito, Ryo Kase (primeiro segmento), Denis Lavant, Jean-François Balmer, Eimei Kanamura (segundo segmento), Yû Aoi, YosiYosi Arakawa, Teruyuki Kagawa, Naoto Takenaka (terceiro segmento). Finalmente estreia esta reunião de 3 cineastas cults, cada um dirigindo um episódio passado na capital japonesa. O tom parece ser bizarro, e deve ser no mínimo curioso.

A Trilha (A Perfect Gateway). EUA/2009. Dir.: David Twohy. Com: Milla Jovovich, Steve Zahn, Timothy Olyphant, Kiele Sanchez, Marley Shelton. A volta do bom diretor de filmes B ("A Invasão", "Eclipse Mortal", "Submersos"), depois de ter sido sufocado pelos milhões de "A Batalha de Riddick". Este suspense poderia encontrar seu público caso não tivesse sido lançado num circuito tão ruim.

4 comentários:

Adilson Marcelino disse...

Meu amigo,
Gostei muito do Cidadão, ainda que ache algumas passagens pra lá de maniqueístas - nosso editor, Gabriel Carneiro, detesta.
O doc sobre o Carandiru, que tem essa metragem mesmo, eu quero ver, mas o do homem da Vale eu estou com uma preguiça...
Agora, quanto As Três Marias, ô filminho sem vergonha.
O novo, quero muito ver.
Abs

J. Luca disse...

Cara, eu fico impressionado com o fato de não nos darem a opção de vermos no cinema desenhos com as vozes originais dos atores. A dublagem no Brasil é ótima, mas seria interessante as distribuidoras lançarem esses filmes das duas formas: dublado e legendado.
Obrigado por adicionar meu blog na sua lista Sergio! Valeu!

Sergio Andrade disse...

Adilson, o Cidadão está dividindo opiniões mesmo. Quero muito ver.
Acho que não tenho mais paciência pra ver filme sobre o Carandiru, ainda mais com essa metragem!
O do homem da Vale talvez veja quando passar no Canal Brasil. Talvez...
E não achei o Três Marias tão ruim assim, não rss

J. Luca, até um tempo atrás eram exibidos desenhos nos cinemas em cópias dubladas e legendadas, mas isso foi acabando aos poucos e agora é raro ver um desenho ser lançado com legendas. Quem quiser ouvir as vozes originais tem que esperar pelo DVD. Um absurdo!

Abraços!

Marcelo Coelho disse...

Olá,
Na verdade, o "Entre a Luz e a Sombra" não é mais um filme sobre o sistema carcerário brasileiro ou sobre o Carandiru, especificamente.
O filme vai além disso. Retrata as relações humanas e suas contradições.
Vejam o trailer: http://www.youtube.com/watch?v=htGE71XCE9c
abs

Pesquisa do Blog