04/12/2011

A DUBLAGEM VENCEU


É com surpresa (e revolta) que descubro que a dublagem dos filmes nos canais Telecine, antes restrita ao Pipoca, agora se estendeu ao Touch e Action. Somente o Premium e o Cult continuam legendados, não se sabe até quando.
Mas nem deveria estar tão surpreso, eles estão apenas seguindo uma tendência observada nas salas de cinema. Muitos cinemas de shoppings já algum tempo exibem apenas filmes dublados. Não sei como é no resto do Brasil, mas creio que não deve ser muito diferente de São Paulo.

Pelo andar da carruagem, em breve todas as salas estarão fazendo o mesmo. E isso acontecerá também nos canais por assinatura.

Filmes legendados serão um privilégio do pessoal que baixa filme na internet com legendas, isso até que se torne popular essa forma de assistir filmes. Quando isso acontecer, pode dar adeus às legendas!

10 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Realmente é patético... Filme dublado é de um artifício visível.

O Falcão Maltês

Sergio Andrade disse...

O problema é que a nova geração prefere assistir filmes dublados. Preguiça de ler ou sei lá o que.

Francisco Sobreira disse...

Sérgio,
Compartilho da sua indignação contra esse monstrengo chamado dublagem. Na TV a Cabo, de que sou assinante, não existe o Telecine, hã o TCM, qye exibe quase totalmente os filmes sem legenda. E, no caso desse canal, além da dublagem, ainda há o absurdo de os filmes serem repetidos à exaustão. Um abraço.

Sergio Andrade disse...

Sobreira, até meados do ano passado, mais ou menos, o TCM era o melhor canal da TV a cabo, mas depois foi se mediocrizando, exibindo filmes dublados mesmo a noite (antes eram legendados nesse período). Agora deu uma melhorada com o ciclo "50 filmes que você deve ver antes de morrer". Só que esses filmes só não viu ainda quem não quis :(

Abs

Fernando Coelho disse...

A dublagem é um atentado contra o filme e contra os atores – ou alguém considera que a voz, a dicção e a entonação não fazem parte da interpretação? E dubladores pés-de-chinelo fazem as vezes de atores consagrados, pagos na casa dos milhões. É útil apenas para pessoas com problemas de leitura: as crianças, os velhos e os semi-analfabetos. O pior é que a TV paga tem tecnologia para oferecer as duas opções (de áudio e de legenda), por seleção do usuário. O Telecine Premium, o HBO 1 e a Fox fazem isto e é inexplicável porque os outros canais não. Já o TCM da América Latina, infelizmente, é apenas um canal caça-níqueis, sem preocupação com a programação, preenchida com séries obsoletas ou com a qualidade de exibição. Muito diferente do que é nos EUA e na França, onde promove até restaurações de filmes mudos financiadas pelo próprio canal.

Sergio Andrade disse...

Excelente comentário, Fernando!
É mesmo inadmissível que com toda a tecnologia disponível para pessoas com problemas de leitura e crianças, eles queiram impor a dublagem para todos espectadores.
Cinéfilo que se preza não pode aceitar isso.
Não sabia que o TCM dos EUA e da França promove restaurações de filmes mudos, bem que eles podiam fazer algo parecido por aqui.

Abs

Fernando Coelho disse...

Sim, o TCM restaura e exibe filmes antigos raros, inclusive mudos. Veja como exemplo estes artigos: http://www.silentera.com/info/hughesTurner.html e http://www.tcm.com/this-month/article/453445%7C160518/Double-Harness.html. Sugiro acessar a programação do TCM americano. É chocante, quase ofensiva, a variedade de títulos raros que não temos acesso há décadas, nem em DVD, enquanto nos oferecem a 98ª. reprise de “A Feiticeira” ou de “Bonanza”

Sergio Andrade disse...

Valeu pelos links.
Realmente a programação do TCM americano nem se compara com o nacional.

André Setaro disse...

Já providenciando o cancelamento de meu pacote 'advance' que cobre os telecines e na iminência de deixar de ir aos cinemas. Dublagem é crime!

Sergio Andrade disse...

Estou a ponto de fazer o mesmo, Setaro.

Pesquisa do Blog