11/12/2008

COTAÇÕES MANOEL DE OLIVEIRA

Ainda falta muita coisa pra ver, mas resolvi prestar esta homenagem:


Douro, Faina Fluvial (1931) - *****

Os Canibais (1988) - *****

Non, ou a Vã Glória de Mandar (1990) - *****

A Divina Comédia (1991) - ****

O Dia do Desespero (1992) - ***

A Caixa (1994) - *

O Convento (1995) - ***

Party (1996) - *****

Viagem ao Princípio do Mundo (1997) - *****

Inquietude (1998) - **

A Carta (1999) - *

Vou Para Casa (2001) - ****

O Princípio da Incerteza (2002) - *

Um Filme Falado (2003) - *****

Espelho Mágico (2005) - ****


É verdade que, quando quer, Manoel de Oliveira faz os piores filmes do mundo. Mas quando acerta:


6 comentários:

Ronald Perrone disse...

Baixei dois filmes do Oliveira recentemente: Espelho Mágico e A Caixa (putz, é tão ruim assim? heheh).
O único dele que vi até agora foi Um Filme Falado, que eu acho belíssimo.
Abraço!

Sergio Andrade disse...

Um Filme Falado é maravilhoso!

Espelho Mágico acho que ganha mais uma estrelinha numa revisão.
Quanto A Caixa, não chega a ser tão ruim, mas é bem chatinho hehehe!

osvaldo neto disse...

Devo ver UM FILME FALADO amanhã, no cinema.

Sergio Andrade disse...

O melhor lugar mesmo para ver o filme, Osvaldo. Depois diga o que achou.

Graciele disse...

Vc não gosta de A CARTA! EU GOSTO MUITÍSSIMO DESSE FILME! Eu li o livro, que é belíssimo e estava ansiosa para ver o que o Mestre tinha feito, enfrentei uma fila enorme numa Mostra, e...me surpreendi positivamente! Se ele tivesse simplesmente filmado a história, já seria excelente, mas Manoel deu um colorido moderno, pop, a uma narrativa super refinada, cuja linguagem é cheia de firulas. Eu adorei! :)

Sergio Andrade disse...

Pois é, não gosto. Mas como só vi quando foi lançado, talvez esteja na hora de uma revisão!

Pesquisa do Blog